Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

VAZA JATO É O WATERGATE DO BRASIL

editorial_redes-1560104243.jpg

O que está a acontecer no Brasil, com o caso Vaza Jato, é o princípio de uma revelação tão importante para a democracia brasileira como foi a revelação do caso Watergate para a democracia norte-americana. Uma importância que se estende ao mundo, pelo impacto (também) ideológico que tais revelações têm e terão.

 

É de elogiar, desde logo, a coragem profissional, ética, moral e física de todos os jornalistas do The Intercept Brasil envolvidos neste trabalho de investigação e de liberdade jornalística, em prol do direito à informação e a informar, em especial de Glenn Edward Greenwald. Sobretudo quando estamos a falar de envolvidos que se escudam no Poder do Estado, seja Executivo, Legislativo ou Judiciário, amputanto qualquer princípio do Estado de Direito, sendo que alguns têm inclusive ligações tácitas aos mais variados tipos de crime organizado.

 

É impossível ignorar os indícios de conspiração, bem como os indícios de corrupção passiva priveligeada, que resultam num esquema de alavancagem política, manipulação mediática e abuso de poder, numa clara anulação de todos os princípios da Justiça. Tudo com o intuito de patrocinar um poder político em detrimento de outro, através do Poder Judiciário.

 

Se alguém, algum dia suspirou pelo fim da corrupção no país - por mais idílica ou estapafúrdia que seja essa ideia, quase fascista - ansiando por uma boa oportunidade de "bater panelas" e reclamar pela punição dos detractores da coisa pública; se alguém alguma vez aspirou uma sociedade livre e democrática, justa e impoluta; então, para esse alguém, esta é a melhor altura de sempre para vir para a rua bater panelas, exigir consequências, exigir a acção da Justiça e elogiar o trabalho de alguém que revelou a verdade!

 

p.s.: com a Europa em estado de sítio com os sinais vermelhos que o crescimento dos populismos e as suas sucessivas vitórias junto à extrema-direita, em eleições sucessivas, esta revelação deveria servir como travão aos laivos de peregrinação anti-política e apolítica que têm surgido em Portugal, mesmo que sem resultados palpáveis, mas com uma grande expressão mediática.

 

p.p.s.: este caso devia também de servir como penitência e vergonha a todos aqueles que em Portugal se têm colado e patrocinado tais agentes e condutas ao longo dos últimos anos, em sucessivas apresentações e divulgações no nosso país.