Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Desespero!

 

Estou farto de pensar
numa solução!

Porque estou apaixonado,
porque me sinto avariado
sem te apertar a mão
porque te quero ver regressar;
sou teimoso e não,
não sei quando parar.

 

Só tenho mais uma coisa:
o meu Grito!

Espero que alguém o ouça,
espero que seja suficientemente
silencioso para te entrar,
e por lá ficar,
lá, na tua mente.

 

Esse Silêncio grita, “volta”.

Vem abrir aquela porta,
acaba com tudo.

Que viste tu agora
que não estivesse no nosso mundo?

Vamos lá, está mais que na hora
de voltarmos Bebé, um só
vamos novamente dar o nó?

 

15.11.2007

João Pereirinha