Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Falar

Parar
para comunicar!

 

A bebé diz não,
diz não vai dar,
mas nas palavras falta convicção,
tem medo de cair
sabe-se lá, na tentação
ou na conversa
vendida p’lo pagão.
Parar?
Para conversar,
sobre o que interessa
sem medo nem pressa.

 

 

 

Bebé, até quando?
Já sei que não mando,
a Bebé é que sabe
ao que o silêncio sabe.
A si o comando,
quando quiser falar:
encoste-se a mim
venha, conversar,
por um ponto ou algo mais no fim.

 

 

 

05.11.2007

 

João Pereirinha