Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Engano

 

 

É preciso parar e pensar,
ter calma,

 

Idealizar
e reflectir. Esvaziar
por completo a alma
não desanimar
olhar em frente
reanimar a mente,
seguir devagar
ter coragem para lutar!

 

 

 

Ninguém sairá vencedor,
impossível enganar o destino.
Por mais desatino
que se faça, a dor
essa nunca morrerá,
Fica sempre por Cá,
atormenta e chateia
quem se quer esconder
e quando Fores ver
não Consegues sair da teia!

 

 

 

25.10.2007

 

João Pereirinha