Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Na Eternidade dos Tempos

Todos procuramos algo abstracto


Algo que nos faça viver.


Todos estamos em contacto


E todos tentamos não morrer





Mas olhamos à volta e, na verdade,


Ninguém tem esse poder


de eternamente viver


e tudo tornar realidade





Eu tive felizmente


o dom de te conhecer


de te amar calorosamente


e contigo me perder





Por isso não me importo de partir


não me importo de sucumbir


pois minha Alma esta realizada


e por ti já foi amada...





Até mais, digo no adeus


beijando os lábios teus.





Até mais, digo agora


ao ver aproximar-se a aurora.





Encontrar-nos-emos na eternidade


despejados de rancor e vaidade,


só mente sós,


somente nós!