Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Vetores da Inutilidade

Poesia, Atualidade, Crítica, Opinião, Artes e Cultura. Um blog por João M. Pereirinha

Irresponsável

O irresponsável momento incontornável, com claraboia à luz premiável, foi a facada do teu argumento que deixou sem acento o grito do meu lamento!   Foi o que sei, aprendi no que vi, melhor fiquei do que aqui.

Amando-te

Apesar de tudo, Amo-te e não sei porquê,Há qualquer coisa que me prende a tiE não sei bem dizer o quê.Algo que me atrai desde que te vi,Me suga a alma e consome por inteiroTodo o meu corpo, (...)

Uma imagem o que é?

Uma imagem o que é? Qual é a designação Que temos para visualizar Através da descrição, O que estamos a designar? O que é uma Imagem? O que é a Imagem? Não sei, apesar de já ter Visto (...)

Processo

Este processo interminável da tua vontade, insondável, em não definir com claridade a bruma poeirenta da tua lealdade começa a tornar-se insuportável.   João Miguel Pereirinha, 17 de Maio de 12

Os dois A's

 Nan Goldin    Por mais que me esforce, não sei dizer O que é realmente a amizade, Muito menos o amor. Nem sei, a boa verdade, Se são coisas diferentes de descrever. Embora procure, sem pudor,